terça-feira, 22 de novembro de 2016

O Senado já aprovou. Agora o projeto aguarda decisão da Câmara.

A lei já garante aos trabalhadores segurados do INSS o direito de se licenciar pelo tempo necessário para cuidar da própria saúde, conforme recomendação médica. Mas e quando a pessoa que precisa cuidar da saúde não é o próprio trabalhador, mas um parente dele? Nesse caso a lei ainda não garante o direito ao afastamento, mas isso pode mudar. Saiba mais: bit.ly/1WMHuXV.

Nenhum comentário :

Postar um comentário